Design

7 DICAS SOBRE TIPOGRAFIA E COMO COMBINÁ-LAS

By on julho 20, 2017

Hoje em dia, com a ajuda do computador existem milhares de fontes e com isso, incontáveis opções. Mas como escolhê-las? E como combiná-las?

 

Você deve saber que a tipologia (estudo de caracteres tipográficos – fontes -) é como a moda: segue tendências. Se o mundo inteiro usa, por quê não usar?

 

Porém, o bom senso deve prevalecer. Cuidado ao “personalizar” uma fonte para não acabar destruindo-a e tornando-a ilegível.

 

Devido a grande facilidade de se criar e personalizar uma fonte com o computador, é que surgem novas fontes todos os dias. Mas você precisa ser crítico e criterioso em sua escolha.

 

Apenas use uma determinada fonte se você tiver certeza de que ela vai se adequar ao projeto que você está fazendo. A escolha da fonte pode valorizar ou destruir o seu trabalho, pensando nisso preparei para você as seguintes dicas:

 

 

#1 – Faça testes.

Atualmente, com o computador ficou muito simples e rápido experimentar várias fontes, basta digitar um texto e abrir a sua caixa de fontes para ter em sua tela centenas, milhares de modelos para escolha. Analise cada fonte separadamente e adicione cada uma delas no layout do seu projeto, a que mais se adequar a esse projeto poderá ser a escolhida.

 

#2 – Preocupe-se com a legibilidade.

 

 

Tenha em mente que a tipografia escolhida por você tem como objetivo principal trazer uma leitura confortável ao público. Por isso, evite as fontes decoradas em textos longos, a leitura pode se tornar um grande desafio.

 

 

#3 – Serifada X Sem serifa

Fontes sem serifa são ótimas combinações com fontes serifadas. Geralmente em em um layout, o título e o corpo do texto têm fontes diferentes. Um tem serifa  e outro não. Isso ajuda na distinção dos elementos, mas não é uma regra.

 

 

#4 – Fontes Delicadas.

 

 

Em projetos voltados para o público feminino dê preferência para fontes mais delicadas e elegantes. Uma boa dica é testar algumas fontes serifadas e também manuscritas. Faça uma análise na hora da escolha e veja qual se adequa melhor ao seu layout.

 

 

#5 – Famílias tipográficas.

Sempre que possível utilize fontes com famílias tipográficas extensas. Existem muitas fontes que podem ser usadas em versões bold, italic, regular, medium, light, extra light, extra bold.

 

Dessa maneira você consegue ter uma boa variação no padrão tipográfico do seu projeto sem a necessidade de usar várias fontes, garantido a harmonia no layout.

 

 

#6 – Quantidade de fontes.

 

 

Dentro de um projeto, defina uma, no máximo duas fontes. Isso não significa que você não possa misturar mais, existem excelentes projetos compostos por vários tipos de fontes, porém essa é uma atitude arriscada e que pode causar sérios problemas no seu layout.

 

 

#7 – Textos em caixa alta.

Evite utilizar fontes serifadas itálicas e fontes manuscritas em caixa alta (maiúscula). O layout fica horrível e a leitura fica péssima, tornando-a quase que impossível

 

Entender e colocar em prática todas essas dicas sozinho pode ser uma tarefa árdua e complicada, já que você não tem uma metodologia, um passo a passo a seguir.

 

E por isso eu tenho um convite para te fazer, venha conhecer o Curso Design de Logotipos, um conteúdo completo onde explico detalhadamente sobre tipografia além de outros temas como: psicologia das cores, gestalt, grids, como criar um logo do zero, precificação, postura comercial, etc…

 

 

Esse é um treinamento completo para você que deseja subir para o próximo nível no mercado do design. Já são mais de 300 alunos aplicando o conhecimento do curso e conquistando resultados e se tornando excelentes designers.

 

Então, se você deseja fazer parte desse time e transformar conhecimento em faturamento, o Curso Design de Logotipos é o seu próximo passo ideal.

Te espero lá dentro da nossa comunidade no Facebook.

Um grande abraço e vamos em frente.

TAG
RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT