Design

6 TERMOS DE MARCA (BRANDING) QUE TODO DESIGNER DEVERIA CONHECER

By on julho 18, 2017

Os designers de marcas têm seus próprios jargões: termos específicos que se referem a elementos e etapas dentro do processo do branding (marca).

 

No entanto, se você não é um designer experiente, você pode ficar perdido e não entender o que alguns termos significam. Para que você tenha uma melhor compreensão desse assunto, preparei aqui nesse artigo 7 termos básicos sobre branding.

 

Ao final da leitura você terá uma visão sobre o que você precisa saber para se tornar um excelente designer de marcas.

 

 

#1 – Logotipo

 

 

O logotipo é um elemento do design gráfico utilizado para representar uma organização, empresa ou produto através de um símbolo e/ou textos que sejam reconhecidos pelo público. Também servem como uma abreviatura para apresentar aos consumidores a sua natureza estética e os valores da empresa.

 

Existem diferentes tipos de logotipos, dependendo da inclusão de certos elementos como símbolos/ícones, palavras ou emblemas.

 

Existe o tipo de logotipo onde o nome da marca é escrito e representado apenas por texto (wordmark). A palavra ou texto em si são projetados para que se tornem o elemento central, sendo claramente identificado e reconhecido pelo público.

 

Também existem as marcas feitas por combinação que misturam um texto e um símbolo/ícone para transmitir a identidade da empresa.

 

Mas, independente do tipo de logotipo que você crie, o importante é que ele seja facilmente reconhecido e memorável.

 

 

 

#2 – Identidade da Marca

 

 

É comum que a maioria das pessoas pensem que a marca de uma empresa é simplesmente o seu logotipo. Porém, não é bem assim. Na verdade, cada empresa tem a sua Identidade da Marca, que é como essa empresa vai se apresentar e ser conhecida pelo mundo.

 

A identidade da marca é composta por vários itens, o seu logotipo, cores, tipografia, aplicações, etc… A identidade da marca é desenvolvida de acordo com o público alvo que uma determinada empresa deseja se comunicar e passar a sua mensagem.

 

E se você deseja aprender a desenvolver excelentes logotipos juntamente com incríveis identidades de marca, se tornando assim um profissional extremamente raro e extremamente valioso no mercado brasileiro, minha sugestão é que você conheça o Curso Design de Logotipos.

 

 

 

 

#3 – Paleta de Cores

 

 

Uma paleta de cores traz os tons de cores que uma empresa escolhe para ter associado à sua marca. A paleta de cores de uma empresa deve ser usada em todos os seus materiais, desde os itens de papelaria (cartões de visita, timbrados, envelopes, blocos de anotações, etc…) até o seu processo de marketing (embalagens e produtos, sites, propagandas impressas e digitais).

 

Uma paleta de cor pode ser escolhida com base na emoção e sentimento que uma empresa deseja transmitir, ou os valores que deseja comunicar ao seu público. Por exemplo, uma empresa com foco em alimentação pode escolher entre vermelho e amarelo para compor sua paleta (caso de grandes marcas como Mc Donalds), pois são cores quentes que aceleram  o metabolismo causando assim a sensação de fome.

 

 

#4 – Manual da Marca

 

 

O manual da marca é o guia que ajuda na compreensão de todos os ativos da marca. Eles descrevem como determinada marca deve se expressar nos mais diferentes ambientes. Em um  manual da marca são informados as dimensões ideais para diferentes aplicações, padrões cromáticos e tipográficos (cores e tipografia), áreas de proteção para não violarem o espaço da marca, aplicações em diferentes mídias, usos incorretos, etc… tudo para garantir a integridade da marca.

 

 

#5 – Briefing

 

 

O briefing é um questionário respondido pelo dono do projeto a ser desenvolvido (cliente) e nele são abordadas questões como: resumo do público alvo, imagem a ser projetada, lista de concorrentes, serviços prestados, missão, visão e valores da empresa, entre outras informações que vão auxiliar o designer dentro de todo o processo criativo.

 

Antes que um designer comece a trabalhar em um novo projeto, ele deve ter em mãos um briefing respondido (com clareza) pelo seu cliente. Pense no briefing como um roteiro a ser seguido pelo designer com o objetivo de orientar toda a construção (de maneira correta) para se alcançar o sucesso em um projeto.

 

 

#6 – Arquivo em vetor

 

 

Um arquivo em vetor é um tipo de arquivo escalável utilizado por designers de marcas para criar logotipos e vários outros arquivos gráficos. Os arquivos em vetor são criados a partir de pontos, linhas, curvas e formas baseados em cálculos matemáticos em vez de pixels.

 

Um arquivo em vetor pode ser redimensionado facilmente diversas vezes sem alterar a sua qualidade de resolução. Programas como o Adobe Illustrator e o Corel Draw são muito utilizados para se trabalhar com arquivos vetoriais. Os tipos de arquivos vetoriais incluem os formatos .EPS (Encapsuleted Pot Script), .AI (Adobe Illustrator) e .CDR (Corel Draw).

 

 

A verdade que nunca te contaram…

 

Há mais de 6 anos eu trabalho e estudo sobre design, sou apaixonado pelo que faço, porém eu aprendi a ser seletivo nos conteúdos que estudo. Eu faço isso simplesmente analisando se aquele material está alinhado com aquilo que eu venho estudando e praticando em meu dia a dia.

 

Quais os resultados? Será que vai dar certo? Há quanto tempo isso vem sendo feito? Com poucas perguntas você sabe se algo vale a pena ou não de ser estudado.

 

Eu só ensino aquilo que eu já fiz e deu muito certo. Atualmente eu tenho mais de 300 alunos que confiaram em meus ensinamentos e hoje estão conquistando excelentes resultados no mercado do design.

 

Isso é muito sério. Antes de escrever uma linha sequer, gravar um vídeo, ou apresentar um logotipo do meu portfólio, eu preciso ter a certeza que aquilo funciona. Eu faço isso simplesmente colocando em prática e documentando.

 

É um processo quase que científico de experimentação, validação e compartilhamento.

 

Pelo o seu bem como designer, nunca mais comece a “criar” um logotipo de maneira aleatória, escolha um método para seguir e vá até o final sem mudar uma vírgula e veja o resultado. Parece um bom plano para você?

 

Agora eu tenho um convite para te fazer. Se você está realmente interessado em levar seu conhecimento para um nível mais alto, transformando esse conhecimento em faturamento, entrando e se destacando nesse mercado de criação de logotipos, que é um mercado milionário e tem uma grande demanda por profissionais realmente capacitados, você vai precisar de um método passo a passo, algo prático e sem enrolação do começo ao fim.

 

E é exatamente isso que ensino no curso Design de Logotipos. Além disso nós temos uma comunidade secreta no Facebook, exclusiva para alunos para te auxiliar em toda a sua jornada. Lá você recebe feedbacks em seus projetos, tira dúvidas e é acompanhado de perto por mim para que eu possa ter certeza da sua evolução.

 

Se ser um profissional valorizado e bem remunerado no mercado do design é sua meta, o Curso Design de Logotipos é o seu próximo passo ideal.

 

TAG
RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT