Design Inspiração

COMO BUSCAR INSPIRAÇÃO SEM COPIAR OUTROS TRABALHOS

By on julho 21, 2017

Todos nós buscamos inspiração em trabalhos de outras pessoas. Porém, não podemos copiar esses trabalhos. Às vezes, sem intenção, isso pode acabar acontecendo.

 

Mas como podemos buscar inspiração em outros trabalhos sem o risco de copiá-los?

 

 

ATÉ QUE PONTO É CERTO "COPIAR"?

 

 

Geralmente designers iniciantes acabam copiando trabalhos de outras pessoas. Copiar dos “mestres” é uma alternativa encontrada por eles no processo de aprendizagem.

 

De fato, essa é uma atitude aceita (ou pelo menos deveria ser), desde que o objetivo seja entender como algo foi criado e que posteriormente, o designer utilize essa experiência para criar algo único.

 

- Os pintores criam variações de trabalhos de grandes artistas e copiam pinceladas ou paletas de cores.

 

- Designers imitam a tipografia, o layout e a cor daqueles que os inspiram.

 

Não é errado copiar para aprender, porém não está certo copiar o trabalho de alguém e passá-lo adiante principalmente para fins comerciais, como se você fosse o autor do projeto. Além de ser uma atitude antiética, ainda
infringe leis de direitos autorais.

 

Existem casos de projetos copiados, em que o responsável pode ser o próprio cliente, dono do projeto, que ao ver o layout de sites, banners, cartões de visita, etc... de seus concorrentes, acabam insistindo para que o designer faça algo exatamente igual.

 

O mais triste dessa história é saber que independente do responsável, a culpa do projeto copiado sempre cairá nos ombros do designer. Nesses casos, o designer deve sempre conversar com seu cliente, explicando os riscos de se copiar um projeto existente.

 

É importante que o cliente e o designer entendam que podem sim buscar referências em outros trabalhos, mas nunca copiá-los,  já que o projeto provavelmente será destinado a fins comerciais.

 

 

INSPIRAÇÃO SEM COPIAR

 

 

Existem práticas muitos simples que podemos aplicar para garantir que não vamos copiar aqueles trabalhos que nos inspiram.

 

Não busque inspiração apenas no resultado final de um projeto, isso pode te induzir (mesmo que de maneira involuntária) a copiá-lo. Em vez disso, busque entender o processo criativo daquele projeto, analise as etapas de sua construção, veja o que foi utilizado e como foi utilizado e, principalmente, qual a mensagem o projeto pretende transmitir ao público.

 

Busque inspiração, por exemplo, em elementos da natureza... Mesmo que você copie o formato de um animal, de uma planta ou de uma nuvem, é improvável que o seu projeto seja visto como uma cópia, uma vez que a fonte da sua ideia não é um projeto final de outra pessoa.

 

Nos casos em que você se inspira em um projeto de outra pessoa, por exemplo, em um logotipo feito por outro designer, procure entender o que especificamente está te dando inspiração e porque te chamou atenção.

 

Se você gosta de uma paleta de cores usada nesse logotipo, não basta pegar o código das cores e usá-lo. É preciso entender porque aquela paleta de cores foi utilizada no projeto. Olhe as relações das cores entre si.

 

- Você está inspirado porque a paleta usa cores quentes? Se sim, desenvolva a sua própria paleta de cores quentes.

 

- Você gosta do contraste entre cores claras e escuras? Se sim, escolha diferentes cores claras e escuras que você pode contrastar.

 

Não copie tudo que você vê. Procure filtrar o que te inspira através de você mesmo. Incorpore profundamente as ideias que te inspiram dentro de si e do seu trabalho, de maneira que se misturem com a sua visão criativa, tornando seu projeto único e exclusivo.

 

É assim que alcançamos a verdadeira inspiração sem que haja a necessidade de copiar. Uma vez inspirado, crie, construa e seja a inspiração para outras pessoas.

 

 

DICAS ESPECIAIS

 

 

Aprendemos e crescemos, em parte, copiando outras pessoas. Isso não é errado. O errado é repassar o trabalho de outra pessoa como se fosse nosso.

 

Fique atrás da linha que separa a inspiração e a cópia em um trabalho, principalmente os projetos pelos quais você recebe para desenvolver.

 

Comece a procurar por coisas que não são diretamente ligadas ao design gráfico. Quando você se inspira em um logotipo, por exemplo, pense criticamente sobre o que te inspira dentro do projeto e porque isso te inspira. Busque inspiração em vez de copiar o resultado final diretamente de outro projeto.

 

Defina aquilo que te inspira e esqueça o resto. Quando você finalizar seu projeto, revise todos as fontes que te serviram de inspiração e certifique-se de que não fez uma cópia. Seja honesto.

 

Caso encontre muita semelhança, faça algumas alterações ou reinicie o projeto se necessário. Ninguém deve olhar para o seu projeto e pensar que ele é uma cópia de outro trabalho.

 

A maneira mais eficiente de estimular a sua criatividade, deixando de lado a necessidade de copiar projetos prontos, é praticando. Sei que essa não é uma tarefa fácil e é por isso que tenho um convite para te fazer.

 

Quero te apresentar o Curso Design de Logotipos, um curso onde você vai aprender a criar excelentes logotipos, do absoluto zero sem copiar outros projetos.

 

curso design de logotipos

 

Se você deseja se tornar um profissional de destaque, elevando a sua capacidade de criação e se posicionar a frente de seus concorrentes no mercado do design, o Curso Design de Logotipos é o próximo passo ideal para você iniciar nesse exato momento.

 

Além de ter acesso a todo o conteúdo do curso, você ainda fará parte da nossa comunidade exclusiva para alunos dentro do Facebook, onde você poderá tirar suas dúvidas diretamente comigo e ainda receber feedbacks de toda a comunidade. Esse é um grupo onde temos um único objetivo, evoluir.

 

Então te espero dentro da nossa comunidade.

 

Um grande abraço e vamos em frente!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TAG
RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT